10 ensinamentos da moda em 2015

O último ano marcou a moda de forma positiva. Novas discussões foram levantadas, alguns itens voltaram aos guardarroupas. Algumas marcas mudaram a sua visão.

Relembramos 10 comportamentos que mudaram em 2015 graças a uma ajudinha da moda.

 

1. Para crescer, una-se

1 - balmain

Quase como a música: “é impossível ser feliz sozinho”. Em 2015, as marcas que apostaram nas collabs ganharam pontos com o consumidor e fortaleceram a sua base de fãs. A parceria H&M + Balmain, por exemplo, esgotou das lojas em apenas um dia.

 

2. O tênis pode entrar no escritório

2 - tenis

O tênis saiu da pista de corrida e foi trabalhar — até mesmo de saia. O sapato virou acessório aceito (e amado) não só por quem trabalha em profissões mais liberais, mas até pra quem bate-ponto no escritório.

 

3. E a roupa fitness também

3 - fitness
Marcas esportivas como Adidas e Nike ganharam mais relevância entre o público que torcia o nariz para a roupa fitness. Além disso, a bsuca por uma vida mais saudável também respingou no mercado, aumentando as vendas desse tipo de moda.

 

4. Na moda tem espaço pra todo mundo

4 - espaço
Diferentes corpos, idades, gêneros e etnias foram estampados em campanhas de marcas como Céline, e subiram na passarela de Fashion Weeks espalhadas pelo mundo todo.

 

5. As pessoas comuns são as reais referências

5 - pessoas-comuns

Com o mercado editorial em baixa, muitas revistas de moda chegaram ao fim por aqui e no exterior. Mas por outro lado, as pessoas comuns nunca foram tão reverenciadas como referência de estilo.

 

6. Quando sua mensagem não for ouvida, use novos meios de comunicação

6 - aproximação

As marcas encontraram novos caminhos para chegar ao seu público. Mais do que nunca as redes sociais foram utilizadas para apostar na aproximação os seus clientes.

 

7. Pratique o que você prega

7 - pratique
Muitas marcas arregaçaram as mangas e colocaram na prática ações para mudar o mundo de verdade. Teve gente que transformou venda em doação, teve gente que repensou o impacto da sua produção no mundo. A forma não importa, o que vale é fazer.

 

8. Ser sustentável não é só ser “verde”

8 - Ecológico

Sustentabilidade não é só o meio ambiente. É tudo que envolve a sua produção: as pessoas, o impacto econômico e até mesmo cultural.

 

9. Ter uma identidade é a chave para o sucesso

9 - ser-única
“Em uma mercado tão pulverizado, com produtos em todos os lugares e compras pela internet, só vão sobreviver as empresas que buscarem esse diferencial”, conta Walter Rodrigues.

 

10. Gênero pra quê?

10 - Ocksa
Marcas que fazem roupas para homens e mulheres, sem distinção, ganharam mais espaço. A ideia, que já era levantada por alguns estilistas como Herchcovitch há alguns anos, ganhou até a passarela do SPFW.

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS