Braskem anuncia estudos na área de reciclagem química

Braskem anuncia estudos na área de reciclagem química 11Mar
Inovação

Buscando soluções que contribuam para a Economia Circular e o desenvolvimento sustentável, a Braskem anunciou em fevereiro parcerias para o desenvolvimento de tecnologias no campo da reciclagem química. O foco está direcionado em transformar os plásticos pós-consumo, como o de sacolinhas de mercado e filmes de embalagens de salgadinhos e de biscoitos, novamente em produtos químicos que podem ser utilizados em diversas cadeias de valor com benefício para sociedade.

As parcerias visam o aprofundamento no estudo de tecnologias que possibilitem a transformação de plásticos com maior dificuldade de serem reciclados mecanicamente, em novos produtos químicos. As pesquisas estão sendo realizadas com a parceria do EngePol - Laboratório de Engenharia de Polímeros da COPPE/UFRJ (Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro), Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos (SENAI CETIQT) e Cetrel (empresa de serviços ambientais que iniciou suas operações em 1978, juntamente com as indústrias do Polo Petroquímico de Camaçari).

Este novo projeto complementa as iniciativas a favor da Economia Circular que a Braskem assumiu no fim de 2018, que promove entre suas ações a redução, a reutilização, a recuperação e a reciclagem de materiais. Além disso, a companhia mantém, desde 2015, a plataforma Wecycle, que busca desenvolver negócios e iniciativas para a valorização de resíduos plásticos por meio de parcerias que envolvam a reciclagem.

 

Fonte: Braskem

Ligar

Diagnóstico