Com criatividade o mercado fortalece

O que falta para fortalecer a produção de moda brasileira? Conversando com o IBB, Walter Rodrigues acredita que é o caráter autoral: “Ainda não sabemos traduzir nosso jeito de viver em produtos.” O fortalecimento do mercado através da valorização da brasilidade é o que motiva o projeto Economia Criativa.

Não deixando as críticas no plano das ideias, o designer levou sua experiência ao solo gaúcho, e junto de diversas empresas do Rio Grande do Sul, buscou estratégias de renovação. É como conta o empresário Joel Rosa, proprietário de confecção de bolsas homônima que participou do projeto. “Primeiro fizemos um levantamento da empresa, os tipos de produtos fabricados”, conta. “A mudança veio no uso da matéria-prima. Uma ideia que ainda não havíamos tido era a de valorizar materiais locais”, completa.

 

interna-1

Estampa produzida no projeto

 

Pelo conhecimento criativo do designer, a contribuição também contempla o conceito por trás das marcas que participam do projeto. “Pra mim foi muito válido porque até então eu não tinha muito conhecimento de pesquisa para desenvolver uma coleção. O Walter é uma biblioteca ambulante nesse sentido”, diz Joel.

Desenvolvida pelo IBB em parceria com a Assintecal e o Sebrae, a edição mais recente do projeto Economia Criativa contou com doze empresas gaúchas da área têxtil e calçadista.

 

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS