Como funciona a nossa Pirâmide de Criação

A Pirâmide de Criação é um dos pilares nos quais as consultorias do IBB se apoia. “Ela ajuda as marcas a organizar suas coleções desde a definição do público-alvo até os produtos finais”, explica Marnei Carminatti, um dos consultores do Instituto. “Ela estimula a criatividade de forma organizada”, adiciona.

A pirâmide representa 100% do mercado da moda, dividido em três diferentes estágios, que atendem diferentes momentos e necessidades de uma marca. A prática foi usada na concepção do Projeto Identidade, realizado em São João Batista, em Santa Catarina.

Lá uma das marcas participantes escolheu para uma nova coleção o tema “barcos”. A partir dessa ideia, a marca utilizou a Pirâmide de Criação para trabalhar em cima da construção da sua identidade. Em um passo a passo simples, convidamos Marnei para explicar como ela funciona na prática. Confira:

“A experimentação: a construção da forma e do solado foi feita a partir das linhas dos barcos açorianos e detalhes náuticos aplicados no cabedal. Essa construção é bem ousada se comparada aos outros produtos da marca.”

1

 

“O processo: a experimentação foi diluída nesse modelo, que agregou à criação materiais mais inusitados como a renda de Bilro.”

2

“A massificação: a construção mais ousada ganhou um detalhamento de materiais com foco voltado para o mercado. O solado tem uma forma bem criativa, mas é feito de materiais facilmente reconhecidos pelo consumidor final.”

3

“A estratégia da Pirâmide agregou ao propor uma desconstrução do tema proposto em uma família de três produtos, com diretrizes para uma criação inusitada e aplicação de novos materiais”, conclui.

 

Ela estimula a criatividade de forma organizada

 

 Outro case legal é o que escolheu como tema as flores de Santa Catarina.

“A experimentação: essa etapa foi focada na estamparia. Reproduziu-se as flores locais e, principalmente, detalhes destas flores, que podem ser vistos nos enfeites, todos artesanais.”

4

 

“O processo: materiais mais comuns, como o PVC, foram agregados à ideia inicial da estamparia.”

5

 

“A massificação: o modelo escolhido é bastante comum aos olhos dos consumidores. O detalhe fica por conta da estamparia desenvolvida na primeira etapa.”

6

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS