Conheça a marca que cruza o Brasil em uma Kombi

E se a moda fosse até o público? A ideia não poderia parecer mais simples: utilizando uma kombi personalizada, a marca Vibrações Positivas atravessa as fronteiras do Brasil levando os seus produtos diretamente na fonte.

Feiras de artesanato, festivais de música e outros eventos culturais são o destino do “fashion truck”, como chama Lisi Zart’s, que comanda a “loja itinerante” ao lado do marido, Rafael Bohrer.

 

interna-02

Kombi personalizada utilizada pela marca

 

Em um bate papo com o IBB, ela contou um pouco da história do seu trabalho, e também sobre como um estilo de vida pode se  transformar em empreendedorismo. “Todo mundo olha, curte, abana, tira foto, chega perto só pra dar uma olhadinha. Ela é uma ótima ferramenta de marketing”.

 

Como surgiu a Vibrações Positivas?

De maneira bem expontânea. Desde 1997, ao me deparar com vários materiais de montagem de bijuterias em cima da cama da minha mãe, iniciei minhas criações e não parei mais. Temos como ano de criação oficial da marca 2001, que foi quando participamos da primeira feira de moda, música e design em Porto Alegre.

 

Que produtos vocês produzem?

Passamos por várias fases da marca. Iniciamos com a criação de acessórios (brincos, colares, pulseiras) e bolsas artesanais. Depois introduzimos o tingimento, e nos especializamos em tie dye em vários formatos – batik africano, dip dye, etc.

 

a interação com o nosso público é muito maior nas feiras e eventos do que no nosso ponto de venda

 

Na era da moda online, como o veículo aproxima vocês do público-final?

Bom, nossa kombi já foi rodando até a Bahia, onde estivemos na última virada do ano. Expusemos com ela também em São Paulo, Rio, Santa Catarina, Curitiba. Com ela temos a possibilidade de fazer sempre uma bela exposição, algo meio cênico. É como se fizéssemos uma intervenção urbana mesmo, pois modificamos o espaço à nossa volta, levando para o público arte e novas possibilidades.

 

Essa filosofia viajante sempre esteve presente na marca?

Sim, isso sempre esteve presente no nosso DNA. Desde o início já pudemos perceber que fazer feiras, eventos, festas e festivais seria bem mais a nossa cara, e iria se adaptar mais com nosso estilo de vida. Da kombi saem bambus que viram araras, caixotes de feira que viram armário e um provador espaçoso e confortável no porta malas.

 

É a desconstrução da ideia antiga de que é necessário uma loja física para estar ativo dentro do comércio

Sim, e essa idéia  veio de forma natural. Percebemos que a interação com o nosso público é muito maior nas feiras e eventos do que no nosso ponto de venda em Porto Alegre. Isso é maravilhoso, temos feedbacks instantâneos e grande aproximação com nossos clientes.

 

E o que a kombi representa pra vocês?

Liberdade, mobilidade e interatividade com a cidade e com o nosso público. Isso faz com que o conceito de “fashion truck” case super bem com nossa alma nômade. Além disso, a kombi é linda demais. Todo mundo olha, curte, abana, tira foto, chega perto só pra dar uma olhadinha. Ela é uma ótima ferramenta de marketing.

 

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS