Consultoria em Moda Circular e Responsável

A economia circular é restaurativa e regenerativa da natureza. A recuperação de produtos não é tratada só no fim da vida, mas é contemplada desde o design para manter o valor do materiais no Ciclo Técnico (materiais tecnológicos) e no Ciclo Biológico (materiais orgânicos).

A consultoria em Moda Circular promove uma gestão da cadeia produtiva de forma circular, colaborando com a cadeia de valor regional. Além disso, busca mais controle e inovação nos processos e produtos; engajamento do varejo e dos consumidores; e criação de novos modelos de negócios.

 

OS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DA MODA LINEAR

Em 2015, em torno de três quartos do plástico usado nas roupas terminou em aterros ou foi incinerado.
Menos de 1% do material usado para produzir as roupas foi reciclado em uma nova roupa, equivalente a uma perda de mais de $ 100 bilhões de materiais por ano.
A participação da indústria têxtil no orçamento de carbono global aumentará para 26% até 2050, no ritmo atual. Mudar esse sistema linear e oneroso é crucial para reduzir impactos..
Com os atuais sistemas de produção, o peso das microfibras plásticas nos oceanos poderia aumentar para 22 milhões de toneladas até 2050, ou seja, dois terços das fibras usadas atualmente para produzir vestuário a cada ano.
20% da poluição industrial da água global é atribuída ao tingimento e tratamento de tecidos.
Relatório A New Textiles Economy, EMF 2017

 

OS PILARES DE TRANSIÇÃO PARA A MODA CIRCULAR

Design de Embalagens, Produtos e Produção circulares
A economia circular é restaurativa e regenerativa da natureza. A recuperação de produtos não é tratada só no fim da vida, mas é contemplada desde o design para manter o valor dos materiais no Ciclo Técnico (materiais tecnológicos) e no Ciclo Biológico (materiais orgânicos).

• Novos Modelos de Negócios circulares
Os modelos de negócio que valorizam o serviço dos produtos, priorizando o acesso em vez da propriedade, transformam a relação com os consumidores.

• Uma Cadeia de Produção circular
Uma estrutura que preserva o alto valor dos materiais como matéria prima, é um requisito essencial na transição para economia circular. Banco de Materiais viabilizam a logística e os métodos de recuperação e tratamento mantendo os Ciclos técnicos e Biológicos de produção.

• Condições Sistêmicas para circularidade
A colaboração efetiva entre cadeias de valor e setores, parcerias no desenvolvimento de produtos, transparência e compartilhamento de informações por TI, sistemas de coleta compartilhados, padrões setoriais, incentivos alinhados, plataformas colaborativas entre setores inteiros e entre empresas e formulação de políticas.

Conheça nossos consultores

Alessandra Pereira

Alessandra Pereira

Consultora em Sustentabilidade

Alessandra Pereira

Consultora em Sustentabilidade -

Com 20 anos de experiência profissional, é jornalista, pós-graduada em Sustainable Business pela Universidade de Cambridge (Reino Unido). Sócia e consultora da Società, é também instrutora do Projeto Caleidoscópio, voltado para a integração social e laboral de profissionais que se encontram em situação de refúgio no Brasil.
Possui experiência em planejamento, diagnóstico e gestão estratégica de comunicação e sustentabilidade para organizações de diferentes portes e setores.

Desenvolveu projetos para clientes como Coca-Cola, Fundo Vale, Vale, Petrobras, Petrobras Distribuidora, Itaú Unibanco, Instituto Votorantim, Instituto C&A, Grupo Algar, Grupo Estado, CEBDS, Instituto Ethos e FGV-GVCes.
Participou da elaboração da metodologia do Programa Tear – de implantação de práticas de responsabilidade social nas pequenas e médias empresas brasileiras.
Foi responsável pela coordenação editorial da pesquisa Condições de Trabalho na Cadeia Produtiva da Moda, desenvolvida para o Instituto C&A. Atua em projetos relacionados aos temas condições de trabalho, direitos humanos, impactos socioambientais na cadeia de valor e cidades sustentáveis.

Alexandre Gobbo Fernandes

Alexandre Gobbo Fernandes

Consultor em Economia Circular

Alexandre Gobbo Fernandes

Consultor em Economia Circular -

Epecialista no protocolo Cradle to Cradle® pela MBDC - McDonough and Braungart Design Chemistry, treinado pela EPEA GmbH, fundador do EPEA Brasil, pioneiro na aplicação e disseminação da Economia Circular e Cradle to Cradle desde 2011. Foi responsável pela coordenação do livro de referência mundial "Cradle to Cradle: Remaking the way we make things" de McDonough e Braungart, e assina o prefácio da edição brasileira. Dedicada-se a aplicar Cradle to Cradle para projetos de Economia Circular para organizações que decidem buscar as oportunidades em sustentabilidade para criar sistemas industriais que eliminam o conceito de resíduos e criam produtos saudáveis para as pessoas e o meio ambiente. Professional Master em Gestão da Eco-inovação pela Université de Versailles, Arquiteto Mestre em Conforto Ambiental pela UFSC, Alexandre tem experiência relevante no treinamento de lideranças, na condução de investigações e no desenvolvimento de estratégias de projetos de inovação.

Flávia Vanelli

Flávia Vanelli

Consultora em Sustentabilidade e Consultora em Moda e Produtos

Santa Catarina

Flávia Vanelli

Consultora em Sustentabilidade e Consultora em Moda e Produtos - Santa Catarina

Designer e especialista em Criação e Desenvolvimento de Produtos com foco em pesquisa, e atuação estratégica em Inovação, Sustentabilidade e Cadeias de Valor. Desde 20019 está a frente do Estúdio RatoRói Moda e Design (SC), empresa que atua em design, inovação e desenvolvimento de novas superfícies e produtos, bem como em todo o seu contexto de influências mapeando oportunidades, desafios e soluções que alimentem o engajamento da cadeia até o consumidor final. Em 2017 a RatoRói participou do Ciclo ICV Global - projeto de Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor com apoio da GVCES e a Apex Brasil. Além do Brazilian Design Solutions que trouxe compradores de diversas partes do Brasil interessados em nossa biodiversidade e em soluções sustentáveis para o mundo.

Raquel Sabrina

Raquel Sabrina

Consultora em Sustentabilidade

Raquel Sabrina

Consultora em Sustentabilidade -

Possui 15 anos de experiência em projetos de sustentabilidade e consultora especialista em definição de estratégia de sustentabilidade e relacionamento com stakeholders, incluindo o atendimento às principais empresas-referência em sustentabilidade no Brasil - como Natura, Vale, Petrobras, Unilever, Itaú e Santander. Como consultora, participou de processos de engajamento nas empresas BR Distribuidora, Santander, Itaú, Sanofi, Toyota, Febrabran, Goodyear, Allianz Seguradora, Roche, Instituto C&A e Instituto Votorantim.

Atuou como consultora em pesquisas sobre condições de trabalho e direitos humanos no Brasil, com foco em questões de Gênero, Imigração, Trabalho Infantil e Trabalho Escravo. Foi coordenadora adjunta de uma pesquisa de um ano sobre os Impactos da cadeia do setor têxtil em todo o país para o Instituto C&A, sendo responsável pela análise de dados e conclusões da publicação ‘Condições de trabalho na cadeia produtiva da moda’. Realizou também pesquisa sobre os impactos socioambientais da cadeia da indústria da construção civil e do cacau, com foco em condições de trabalho e também com destaque para a presença de imigrantes no setor para a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Sua experiência inclui, ainda, engajamento de stakeholders e criação de indicadores de sustentabilidade para cidades e para a gestão de políticas públicas.

Rita Nardy

Rita Nardy

Consultora em Sustentabilidade

Rita Nardy

Consultora em Sustentabilidade -

Com mais de 15 anos de experiência profissional, é bióloga, jornalista e mestre em Ecologia e Recursos Naturais (UFSCar). Sócia e consultora da Società, é também pesquisadora convidada da linha de pesquisa Redes digitais e sustentabilidade, do Centro de Pesquisas Internacional Atopos (ECA USP). É conselheira independente da ponteAponte, empresa focada no desenvolvimento de projetos que potencializam o impacto social de seus parceiros.

É consultora parceira em planejamento e estratégia de sustentabilidade na Report, tendo liderado projetos com grandes empresas como eneva, J&J e Unilever entre outras. Em 2016, participou do curso “Enterprise Live: Leading in the Midst of Complexity”, na Schumacher College (UK). Entre 2013 e 2015, foi coordenadora de planejamento e estratégia em sustentabilidade corporativa na Duratex. Trabalhou na área de comunicação do Instituto Akatu para o consumo consciente e colaborou com pesquisas de mercado e de opinião na Cenários - Diagnósticos e pesquisas empresariais. Foi professora em cursos superiores na UNISA e UNINOVE.

No primeiro semestre de 2018, foi produtora executiva e jornalista do Projeto “Deslocamento criativo”, apoiado pela Secretaria de Cultura do Governo de São Paulo, plataforma digital e pesquisa com refugiados do Oriente Médio e da África, que vivem na cidade de São Paulo e atuam na área de economia criativa.

Tatiane Silingovschi

Tatiane Silingovschi

Consultora em Sustentabilidade

Tatiane Silingovschi

Consultora em Sustentabilidade -

Mestre em conservação ambiental e desenvolvimento sustentável pela ESCAS/IPÊ, pós-graduada em gestão estratégica pela FUNDACE/USP é formada em geografia pela UFU e atuou em projeto de disseminação de habilidades voltadas ao empreendedorismo social na Croácia. Possui 8 anos de vivência na área de sustentabilidade, especificamente em projetos de planejamento estratégico, engajamento de stakeholders e gestão da cadeia de valor.

Trabalhou nas companhias Itautec e Duratex, pertencentes ao Grupo Itausa atuando principalmente na integração e definição do planejamento estratégico de sustentabilidade e no acompanhamento e definição de indicadores e metas ambientais e sociais. Foi responsável pela área de sustentabilidade na Algar Agro (Grupo Algar), desenvolvendo ações voltadas para o engajamento de colaboradores, fornecedores e clientes e gestão dos compromissos voluntários multistakeholders de combate ao desmatamento, também atuou como co-líder de inovação, apoiando ações de tutorias e parcerias com startups e análise de critérios de sustentabilidade voltados a novos negócios. Também atuou como professora do curso de pós-graduação de Sustentabilidade e Finanças Corporativas da Uniube.

Ligar

Diagnóstico