Da tela à vitrine: a moda da TV

Das meias de lurex de Dancin’ Days aos acessórios dourados popularizados pela produção O Clone, o papel das novelas na indumentária brasileira é inegável. Fundamental para entender a cultura do Brasil, esse fenômeno também atravessa o mercado e influencia a comunicação do mundo da moda.

As tendências pautadas na televisão não surgem aleatoriamente. “Na tentativa de lançar moda, os figurinistas buscam roupas em boutiques e confecções nacionais, que adaptam a moda estrangeira e também possam pagar o valor do merchandising“, pontua Daniela Steffen no artigo A Influência dos Figurinos de Novela na Moda Brasileira.

O resultado é positivo, afinal, o impacto das novelas no consumo têxtil, calçadista e de acessórios é perceptível também pelo mercado. Em estudo divulgado pelo Sebrae, 66% das mulheres consultadas afirmaram já terem comprado alguma peça de roupa inspirada nos looks de alguma personagem de TV. Entre esses artigos, os principais são vestidos, blusas e sapatos.

 

As meias de lurex imortalizadas na novela Dancin' Days de 1978

As meias de lurex imortalizadas na novela Dancin’ Days, de 1978

 

Essa influência tão impactante, no entanto, não acontece sozinha. Ao refletir sobre a novela Salve Jorge, a pesquisadora Jenara Miranda Lopes atenta em seu artigo para a mobilização de outras mídias: “Os meios de comunicação, especialmente as revistas, têm um papel muito importante, senão fundamental nesse processo, pois, é através da divulgação dessas informações de moda que começam a vigorar as tendências de consumo.”

Através desse fluxo entre as publicações especializadas e o alcance massivo da televisão, a moda de novela cada vez mais ganha espaço. Ela se consolida como uma das maiores referências de moda no país  e, invariavelmente, ganha as ruas como uma expressão popular celebrada nas vitrines de todo o Brasil.

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS