Entrevista: Isabela Capeto

Para uma das maiores estilistas do Brasil, ser sustentável não é uma escolha, e sim uma necessidade.

Em um rápido bate-papo, a carioca Isabela Capeto falou um pouco de suas raízes eco-friendly, sobre a necessidade de produzir uma moda socialmente preocupada e como o Brasil reflete em sua produção.

“Graças a Deus sou brasileira. Tá no meu DNA. Isso ninguém me tira.”

 

Capeto1

 

Sobre os desafios de produzir uma moda sustentável

Pra mim, fazer uma moda sustentável hoje em dia nem é mais um desafio. Quando eu vi, eu era uma pessoa sustentável. Porque eu não tinha dinheiro para fazer as minhas coleções… Não dava pra comprar tecido, aviamentos. Então eu aprendi a reaproveitar tudo. Hoje em dia isso é uma realidade, não um desafio.

Meus estoques não sobram. O que sobra eu vendo em lojas multimarcas que aceitam coisas antigas, mas muitas vezes as minhas coleções, como são autorais, não são uma coisa datada — verão ou inverno.

Eu faço também uma só coleção grande, de verão, porque eu acredito que o Brasil tá cada dia mais quente, não tem mais esse negócio de inverno. As pessoas colocam uma coisa em cima da outra.

 

Capeto3

 

Responsabilidade Social

Eu faço tudo com as minhas bordadeiras, eu tenho o maior carinho e respeito por elas, pago todas elas bem. Eu nunca quis fazer um trabalho na Índia ou na China porque eu acho importante dar uma trabalho pra elas aqui. Eu não acho que as pessoas vão comprar as minhas coisas por causa disso. Mas eu acho muito bacana.

 

 

eu aprendi a reaproveitar tudo

 

 

Sobre suas matérias-primas 

Eu trabalho 100% com produto natural. Eu tenho uma política de não trabalhar com o sintético porque eu fico preocupada onde vão parar todas essas roupas…Mesmo quando eu trabalhei pra C&A, quase tudo que eu fiz é 100% algodão.

 

Capeto2

 

Brasil Expoente

Eu acho que o Brasil é um expoente não só em relação à moda, mas em relação à tudo. Cultura, gastronomia, arquitetura… Eu acho que as pessoas tão muito voltadas para o Brasil, porque viram que aqui as pessoas são muito criativas, tem uma coisa fresca, colorida, nova. Isso é do brasileiro.

É legal que você vê em qualquer lugar do mundo é uma felicidade quando você encontra um brasileiro. Ele tem uma coisa solta, alegre.

E o nosso perfil de reaproveitar, transformar tudo… isso eu acho que é o brasileiro que tem. É uma coisa nossa. Graças a Deus sou brasileira. Tá no meu DNA. Isso ninguém me tira.

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS