Kiabi lança primeira coleção de moda praia biodegradável desenvolvida no Brasil

Kiabi lança primeira coleção de moda praia biodegradável desenvolvida no Brasil 28Out
Sustentabilidade

Pensando em se aproximar do público brasileiro e atender às novas exigências do consumidor, cada vez mais preocupados com o meio ambiente, a rede francesa de fast fashion, Kiabi, lançou neste mês a sua primeira coleção de moda praia biodegradável totalmente desenvolvida e produzida no Brasil.

A linha é composta por nove peças femininas e seis masculinas, biquinis, maiôs e sungas, disponíveis em cinco cores diferentes, desenvolvidos com o tecido Santaconstancia biodegradável. O tecido tem fator de proteção solar de até 80 e se assemelha ao elastano, porém se decompõe em até três anos - o elastano leva até 150 anos.

O processo de desenvolvimento das peças durou seis meses e foi conduzido por estilistas brasileiras em parceria com a equipe da França. “Nosso papel é sempre ouvir o consumidor. Depois de demandas de clientes em nossas lojas, começamos a estudar e a desenvolver a coleção em março deste ano”, comenta Karen Tavares, gerente de produtos da Kiabi Brasil.

“Hoje em dia, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com o que consomem. Ter uma coleção que alia qualidade e sustentabilidade faz toda a diferença para esse público”, complementa.

As peças da nova coleção custam 40 reais cada (parte de cima do biquini, parte de baixo, maiô e sunga) e já estão disponíveis das lojas da Kiabi. No e-commerce, as peças estarão disponíveis a partir de 15 de novembro.

A Kiabi foi fundada em 1978 na França e opera uma rede de mais de 500 lojas espalhadas em 18 países. No Brasil desde agosto de 2018, a Kiabi conta atualmente com dois pontos de venda no país: um no Shopping Ibirapuera e outro no Shopping West Plaza, em São Paulo, além de um e-commerce, lançado em agosto, que atende todo o estado de São Paulo. A empresa prevê a abertura de 40 lojas no país nos próximos cinco anos.

A Kiabi oferece coleções desenhadas na França por uma equipe de 56 estilistas e comercializa em média 275 milhões de peças por ano. Em 2018, a companhia faturou 1,9 bilhão de euros, um crescimento de 2,1% em relação ao ano anterior.

 

Fonte: Fashion Network

Ligar

Diagnóstico