Mercado da moda é o que mais cresce no Brasil

A indústria da moda brasileira vem apresentando um crescimento frequente nos últimos anos. Mais de 365 mil empresas detêm em torno de 679 mil postos de trabalho, movimentando R$ 9,3 bilhões em salários. Também é importante salientar que nos últimos 10 anos, mais de 160 shoppings foram inaugurados no Brasil.

O varejo também bateu recordes de venda, alcançando a maior média da década. Isso fez com que o país subisse de sétimo para quinto lugar em consumo de mundial de roupas. Logo, os investidores que pensam em entrar nesse nicho de negócio devem planejar suas estratégias para poder oferecer um bom produto e se destacarem mesmo com uma grande concorrência.

industria01

No Brasil, mesmo com os efeitos da crise, o IBGE registrou que as pessoas gastam quase duas vezes mais em moda do que o resultado obtido na pesquisa anterior. Mas além do varejo há mais um grande responsável pelo aumento nas vendas: o e-commerce.

As vendas através da internet alavancaram uma grande fatia dos lucros da indústria da moda. Aliados a comodidade, os e-commerces estão caindo no gosto do consumidor que não consegue visitar lojas físicas para realizar suas compras. As previsões de vendas para o setor de moda em e-commerce chegam a R$ 39 bilhões neste ano, buscando alcançar R$ 60 bilhões em 2017.

Textile Production At JM Smedley

Além do avanço do e-commerce, a influência das redes sociais se tornou muito real para a venda final na indústria. A divulgação online pode ser mais barata e mais eficiente do que focar apenas nas mídias clássicas, como outdoors e propagandas na televisão, por exemplo.

O Brasil é o sexto maior produtor têxtil do mundo e a indústria da moda é a segunda maior geradora de empregos, segundo a ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções). Prepare-se ainda melhor para estabilizar a sua empresa nesse meio com as consultorias do IBB. Para mais informações, entre em contato.

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS