O Grupo Alibaba apresentou a primeira loja de moda que incorpora inteligência artificial

O grupo chinês Alibaba acaba de inaugurar a FashionAI, uma loja piloto em Hong Kong, e leva a inteligência artificial ao mundo da moda, oferecendo aos clientes uma experiência personalizada e diferente para “ir às compras”. O ponto de vendas participa do portal de vendas Taobao e da associação com a Guess, empresa americana da moda. A loja tem espelhos que mostram as cores disponíveis de alguns sapatos, provadores inteligentes onde você pode trocar o tamanho de um vestido ou que sugerem o bolso que melhor combina. Estas são algumas das tecnologias das lojas do futuro, um conceito que deseja ser realidade na China em breve.

“A FashionAI personifica nosso pensamento sobre como poderia ser o futuro da moda varejista e faz uma pesquisa sobre o uso de tecnologias para compreender melhor e atender as necessidades dos consumidores de moda”, explicou em um comunicado Zhuoran Zhuang, vice-presidente do Grupo Alibaba. O acesso à loja é feito com o celular, escaneando um QR Code com a conta do usuário do Taobao, o portal de venda varejista do gigante do comércio eletrônico.

Depois, é feito um escâner facial do potencial comprador, que entra na loja e passeia como em qualquer outro estabelecimento. Caso goste de alguma roupa e queira experimentá-la, aproxima-se dos espelhos inteligentes onde imediatamente aparece a peça e onde poderá escolher o tamanho e a cor. Mesmo assim, o espelho sugere outras peças existentes na loja que poderão combinar com a peça de vestuário escolhida.

Graças a isso o comprador não precisa carregar as roupas após escolher todas as peças que queira experimentar. Ele vai até o provador com as mãos vazias e um funcionário lhe entrega tudo. O provador também está vinculado ao cliente. Se o cliente estiver no provador e uma peça ficar pequena ou grande, através do espelho inteligente, ele poderá pedir um tamanho diferente ou outra peça que combine. No caso do usuário se arrepender de não ter comprado algo após sair da loja, ele ainda poderá fazer seu pedido on-line a domicílio já que tudo o que experimentou está registrado.
“A tecnologia é baseada nos conhecimentos do ecossistema por parte do consumidor, nas imagens de mais de 500.000 equipes de estilistas no Taobao, assim como na experiência em moda das marcas associadas a Tmall”, declarou a empresa.

Por enquanto a loja piloto esteve aberta apenas durante quatro dias no início de julho, mas o Alibaba espera que em um futuro não muito distante este conceito possa ser uma realidade que também sirva para tornar as vendas mais eficientes graças à inteligência de dados. Este projeto faz parte do objetivo do gigante chinês de estar cada vez mais presente nas lojas físicas, assim como fazer com que a tecnologia possa dar uma nova vida às vendas do varejo tradicional fora de linha.

De acordo com os planos da empresa criada por Jack Ma, o “novo comércio varejista” é a solução para os vendedores físicos, tão afetados pela explosão do comércio eletrônico que ocorreu na China e no mundo nos últimos anos.
No comércio não on-line, até agora, o Alibaba tinha investido principalmente no setor da alimentação já que possui a cadeia de supermercados Hema, que funciona quase sem funcionários e também faz alguns meses anunciou um investimento na cadeia de supermercados Sun Art.

Além disso, o portal Alibaba Tmall e a marca de artigos esportivos Intersport inauguraram em maio em Pequim uma loja interativa chamada Tmall x Intersport. Nela agregaram elementos como os jogos de realidade aumentada ou os espelhos inteligentes que proporcionam informação ao usuário sobre os sapatos que estão à venda.

Até agora a Tmall Fashion contribuiu com mais de 400 marcas, incluindo empresas internacionais como Burberry e Zara, e já participou de mais de 50.000 vitrines em toda a China. O objetivo é multiplicar os números durante os últimos meses até conseguir colaborar com 1.000 marcas e ajudar a digitalizar 200.000 vitrines em todo o país.

 

Traduzido de: Comunidad Textil

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS