O mercado da moda praia brasileira

Pensar em Brasil é pensar em tropicalidade. No país que tem uma das maiores dimensões litorâneas do mundo, onde o verão reina quase 365 dias no ano, é impossível não pensar no impacto dessas informações na moda.

Segundo a Associação Brasileira de Indústria Têxtil (Abit), a moda praia consome no mercado interno US$ 1,5 bilhão por ano. O resultado é positivo não só para quem fica aqui, mas também para o país: somos referência mundial, e o maior exportador desse segmento.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, entender como está o mercado e como se inserir nesse mundo, batemos um papo com Lucimara Miceli Santos Pereira, gestora dos projetos de moda do SEBRAE/RS.

 

interna-1

 

Quais as condições para esse mercado hoje, em um cenário considerado não tão favorável?

As oportunidades de mercado se mantém favoráveis para este segmento pelas características próprias do nosso país tropical. Porém, em momentos de dificuldade, são as micro e pequenas empresas que, quando focam seus esforços em gestão de negócios, detém a vantagem. Elas têm maior flexibilidade para se moldar às exigências econômicas sem interferências nos principais processos operacionais.

 

Quais os diferenciais que atraem os consumidores nesse momento? 

Por ser um segmento em que o consumidor prima pelo conforto, sensualidade e beleza, também vê com bons olhos a valorização da cultura, artesanato e beleza natural da região. Esses fatores são diferenciais na atração do consumidor e sustentabilidade em um mercado competitivo e atento às tendências de moda.

 

interna-3
interna-5
interna-2
interna-4

 

Para quem está pensando em abrir um negócio, quais são as dicas para se manter no topo? 

Espaço para crescimento existe sempre que o empreendedor se preocupa com o mercado e se mantém atento às suas variações. Ou seja, os espaços podem ser construídos quando se percebe uma demanda no mercado que não está sendo atendida ainda ou uma oportunidade que pode ser criada através de inovação nos produtos.

 

em momentos de dificuldade, são as micro e
pequenas empresas que detém a vantagem

 

Quais as dificuldades que podem ser enfrentadas nesse setor?

Tanto para crescer quanto para se manter no mercado existem dificuldades a ser enfrentadas. A escassez da mão de obra operacional no setor e a falta de qualificação têm se evidenciado nos últimos meses. Os empresários tentam driblar a crise desenvolvendo parcerias com escolas profissionalizantes, capacitando seus próprios colaboradores, mas ainda se deparam com o alto custo e a rotatividade. Assim, a decisão de investir requer um estudo aprofundado do setor.

 

interna-6

 

As capitais que ficam longe das praias são uma boa opção para se ter uma loja?

Para os locais que estão afastados do litoral a comercialização da moda praia também passa a ser uma boa alternativa por ser a mesma linha produzida para o uso em piscinas, parques aquáticos, etc, e assim curtir o verão. Além disso, os turistas são principais consumidores de moda praia e devem deter toda a atenção dos empresários desta área, independentemente da localização geográfica. Em suma, todos os fatores que envolvem este mercado deverão fazer parte de um plano de negócios em que o estudo deverá ser detalhado a ponto de responder as principais dúvidas de viabilidade e modelagem de negócio.

 

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS