Oportunidade de mercado: moda sem gênero

Conhecida por muitos nomes, Agender, Gender Bender e Genderless, a moda que não foca sua produção de peças em apenas um público está ganhando as passarelas e, muito mais que isso, as ruas. O gênero popularmente intitulado como “unissex” não é uma novidade para os estilistas, tendo seu ponta pé inicial dado pela renomada Coco Chanel quando trouxe peças, até então, exclusivamente masculinas para os seus desfiles.

0301

2016 começou com uma notícia que chocou muitas pessoas: Jaden Smith, 17 anos, filho do ator Will Smith, é o modelo de uma campanha “feminina” da marca Louis Vuitton. Esse pode-se considerar o mesmo movimento feito por Coco Chanel em 1920, só que agora explorando a fluidez dos gêneros e não os delimitando.

0302

E nesse caminho que o consumo e a produção de moda se encontram. Nada mais relacionado à adaptação, sim a simplicidade. As coleções sem gênero delimitado não se encaixam no que é entendido por “roupas para homens” e “roupa para mulheres”. Eles vestem ambos, sem diferença de corte ou estilo. Um exemplo desse movimento é o desfile de inverno da Gucci em 2015. A marca colocou modelos femininas e masculinos desfilando com as exatas mesmas peças e o gênero dos modelos era dificilmente identificado.

0303

O mercado também se movimenta em torno dessas mudanças. A marca inglesa Selfridges aboliu as sessões de masculino e feminino de suas lojas, quebrando a barreira que dividia pessoas por áreas e deixando que os clientes escolhessem o que achavam melhor.

0304

A Melissa também apostou no genderless para completar sua coleção. Apostando em sapatos com design mais masculinizado, ela fez sucesso misturando designs mais arrojados e os mais clássicos na mesma linha. Os adeptos do genderless fashion são consumidores curiosos que se sentem atraídos pelo novo e não tem medo de usarem suas escolhas.

0305

O IBB apoia as inovações na moda e aprecia o desenvolvimento humano para a criação criativa e aceitação do novo. Mais informações sobre moda, sustentabilidade e inovação? Entre em contato com a gente.

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS