Por trás da estampa

Elas marcam décadas e identidades. Através das estampas, a moda revisita um tempo, traduz novas referências e se refaz ciclicamente – sem deixar de lado a sua representatividade.

 

Missoni

 

Chevron
Estampa imortalizada pela italiana Missoni, mas não é exclusividade da marca. Seu nome, de origem francesa, significa “espinha-de-peixe”. Nas últimas temporadas ganhou força nas estampas de decoração.

 

 

Pied de poule

 

Pied-de-Poule e Pied-de-Coq

Essa possui uma pequena variação. Poule é “galinha” em francês, e “coq”, galo. A tradução literal do nome da estampa seria pé de galinha — ou de galo—, e por isso ambas são semelhantes, com variações apenas no tamanho. Era uma das favoritas de Coco Chanel, que a reproduziu em diversas criações ao longo dos anos 30.

 

 

Tartan

 

Tartan

É o xadres escocês. A dama da moda Vivienne Westwood é conhecida por usar muito a estampa na coleção da sua marca, Anglomania. As listras e barras que compõem a estampa tem tamanhose cores diferentes. São usadas em coleções de inverno.

 

 

Paisley

 

Paisley

É a estampa que lembra uma folha. De origem Indiana, ela teve seu auge nos anos 70, no boom do movimento hippie. Recentemente a marca brasileira Dudalina e as francesas Kenzo e  Yves Saint Laurent dedicaram um espaço à estampa em suas coleções.

 

 

Poá

 

Poá

Normalmente é associada aos vestidos dos anos 50 (e às pin-up girls). Hoje já ganha ares mais modernos quando aplicada em calças, sapatos e acessórios — inclusive para homens. Dolce & Gabbana, Adidas e Diadora são algumas das quais já enfeitaram os calçados masculinos com as bolinhas.

VER TODOS OS POSTS

POSTS RELACIONADOS